Estágio II - Pipeline

Líder: Larissa Santos

O pipeline estágio II do BINGO é responsável pelo estudo dos mapas celestes gerados pelo radiotelescópio. Essa etapa é a responsável por tornar os dados anteriormente tratados na etapa I prontos para análise científica, na etapa III. Nesse grupo, os objetos de estudo são processos como a cartografia, a separação de componentes, o impacto do ruído instrumental nos mapas e a análise do bispectro. Vamos dar uma olhada em uma descrição rápida de cada um desses tópicos:
 
  • A cartografia envolve reunir os detalhes da direção de apontamento do telescópio em um determinado momento com os dados ordenados no tempo, permitindo a reconstrução de um mapa do céu. Alguns efeitos devem ser considerados, como as distorções introduzidas pelo feixe do telescópio e a junção de vários chifres para formar uma imagem final do céu.
  •  A separação de componentes é o conjunto de métodos usados ​​para separar o sinal HI, que contém informações sobre o BAO, dos contaminantes, como os sinais galácticos ou o fundo de micro-ondas cósmico (CMB).
  • O ruído instrumental é o sinal que não foi capturado diretamente no detector, mas apareceu nos resultados finais. Este é o principal efeito dos circuitos eletrônicos, que produzem ruído branco e ruído 1 / f, e deve ser levado em consideração na análise.
  • O bispectro é uma grandeza estatística usada para detectar a não gaussianidade presente nos mapas, que pode sondar a distribuição e o comportamento do HI em nosso Universo.
Como ainda não existem dados empíricos do telescópio, todos esses estudos são feitos com códigos numéricos que simulam as diferentes informações, baseados em artigos anteriores publicados na literatura científica, os quais são analisados ​​de ponta a ponta para verificar sua validade. .
Estágio II

Alex Wuensche, INPE, corpo docente
Camila Paiva Novaes, INPE, pós-doutorado
Eduardo Mericia, INPE, aluno de doutorado
Filipe Abdalla, UCL, corpo docente
Giancarlo de Gasperis, Universidade de Roma “tor Vergata”, corpo docente
Jacques Delabrouille, Université Paris Diderot e Université Paris, corpo docente
Jia Rui, estudante da Universidade de Ciência e Tecnologia da China
Jiajun Zhang, Instituto de Ciências Básicas (IBS), Coreia, pós-doutorado Saclay, corpo docente
João Alberto de Moraes Barretos, USP, aluno de doutorado
Karin SF Fornazier, USP, pós-doutorado
Larissa Santos, Universidade de Yangzhou, corpo docente
Mathieu Remazeilles, Universidade de Manchester, corpo docente
Qingqing Wang, Universidade de Ciência e Tecnologia da China, estudante
Ricardo Landim, Universidade Técnica de Munique, pós-doutorado
Vincenzo Liccardo, INPE, pós-doutorado
Thyrso Villela, CGEE / INPE / UnB, docente