Em português


Colaboração BINGO é divulgada in event presencial em João Pessoa

 

Integrantes da colaboração internacional para a construção do radiotelescópio BINGO divulgaram as atividades do projeto de extensão na Expotec 2021, feira de ciência e tecnologia realizada em João Pessoa (PB), de 30 de setembro a 1º de outubro.Em estande montado na feira, alunos da graduação e extensão da Física e Engenharia Elétrica da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) demonstra uma eficiência de uma antena para observação de ondas de rádio. O equipamento foi construído na universidade com custo bastante reduzida, comparando a itens no mercado. A demonstração dá uma ideia do trabalho que será empreendido pelo Radiotelescópio BINGO que será construído no município de Aguiar (PB).Os visitantes do estande viram, através do equipamento chamado por corneta, que será usado no radiotelescópio, como filtrar um sinal de rádio específico em meio a um ruído (simulando aferição de sinais das BAO - Oscilação Acústica de Bárions), e como pode ser feita a separação de sinal do ruído. Além disso, observaram uma reprodução de uma música transmitida por uma antena do tipo Vivaldi, feita pelos alunos. Na parte de palestras da Expotec 2021, o professor e pesquisador Luciano Barosi, coordenador da colaboração na Paraíba, apresentou o projeto, os desafios da construção de um radiotelescópio, os avanços notificados que foi esquecido por meio de seu desenvolvimento, sua interdisciplinaridade e os atrativos científicos e tecnológicos que o BINGO pode trazer para o estado da Paraíba. 

 

 

Projeto BINGO: Lutando pela ciência no sertão paraibano

 

 

 

Iniciou as atividades em 2018, envolvendo um grupo multidisciplinar de pesquisadores e atendendo as duas escolas públicas da cidade de Aguiar, localizada no sertão paraibano e que será uma futura sede do radiotelescópio BINGO.Em linhas gerais, a estratégia de ação do projeto considera a presença de um equipamento de alta tecnologia importante na região como alavanca para a atuação de projetos nas disciplinas de ciência, tecnologia, engenharia e matemática na Educação Básica - tanto no ciclo Fundamental como no Ensino Médio. O objetivo é despertar o interesse dos jovens para essas disciplinas e criar laços qualificados a formação profissional, necessária para o desenvolvimento do país nas próximas décadas. A vigência 2021/2022 pretende desenvolver antenas cornetas com materiais de baixo custo que servirão como laboratórios de radioastronomia e futuramente como atividades de extensão e divulgação científica.

 

 

 

 

O Radiotelescópio BINGO

 

É um dos maiores projetos de ciência do país, liderado por pesquisadores brasileiros. A colaboração conta com a participação de membros de diversos países, com a possibilidade de capacitação em diversas áreas de pesquisa relativas à radioastronomia. 


créditos:
Coordenação de Divulgação: Prof. João Rafael Santos (UFCG)
Texto: Márcia Dementshuk
Fotos: Jefferson Valentim, Vanessa Vera e Raphaela Ramalho
Mídias Digitais: Raphaela Ramalho
Data: 13 / 10 / 2021

Compartilhar com: